“Viveu, escreveu, amou”

Por Paulo Nogueira

Estou relendo “O Vermelho e o Negro”, de Stendhal, que encontrei em meu iPad. O que me levou a reler Stendhal foi um magnífico ensaio de Lytton Stratchey sobre ele, escrito há mais de cem anos.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo