17 mil livros na internet

Poucas vezes assisti um gesto tão cidadão como o do bibliófilo José Mindlin, 95 anos. O velhinho é dono da maior biblioteca particular do Brasil. Verdadeiras raridades literárias integram o acervo.

Em tempos digitais, de informações em tempo real e pouca leitura, Mindlin resolveu doar sua biblioteca Brasiliana à Biblioteca Nacional. São 17 mil livros produzidos no Brasil ou a respeito da cultura brasileira.

Mas o mais legal é que todos esses livros serão disponibilizados na internet. A pedido de Mindlin, a coordenação da Biblioteca Nacional já começou a digitalização dos livros. Até o fim deste ano, 4 mil livros já estarão prontos para leitura na net.

O processo de digitalização é moderníssimo. O usuário poderá ler em formato flip (como se lê o DN na internet); recortar ou selecionar páginas e trechos para colar em trabalhos curriculares, por exemplo; e muitas outras ferramentas.

É bacana ver um senhor beirando os 100 anos antenado com as novas tecnologias e com essa visão de futuro. De certo, Mindlin enxerga a gradual transferência do livro físico para a internet.

Já pensou se alguns intelectuais da city Poti resolvessem doar suas bibliotecas particulares à Biblioteca Câmara Cascudo, que há décadas não compra um livro sequer?

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP