2010 – Quase retrospectiva:

Como o fim do ano está chegando, faço uma apertadíssima síntese do que vi ou soube que aconteceu (de bom) no mundo cultural de Natal (e adjacências) em 2010:

1. Novo teatro;

2. EELP (sem esquecer que o ENE não aconteceu);

3. Flipipa (apesar de achar que deve ser feita em Natal);

4. Clowns de Shakespeare (foto);

5. Música instrumental;

6. Música erudita (EMUFRN);

7. Atuação da UBE/RN;

8. Saraus e homenagens artístico-literárias da Aliança Francesa;

9. Consolidação do SPlural (e de outros sites e blogs) e dos debates culturais em torno deles;

10. Criação de alguns novos espaços virtuais (sites e blogs);

11. Twitter (bem operado por pouquíssimos);

12. Eventos no Centro Histórico (Beco);

13. Buraco da Catita;

14. Crescimento da UFRN e suas repercussões culturais todas, inclusive os lançamentos da Editora da UFRN;

15. Jornalismo cultural mais atuante (lembro a Palumbo e outras boas iniciativas, além da própria imprensa regular e diária);

16. Alguns bons lançamentos literários;

17. Premiação de documentário sobre o Sebo Vermelho (Cuba);

18. Crescimento do interesse e de cursos sobre a arte fotográfica.

P.S. 1. Por favor, se lembrarem de mais algo, falem, caso queiram. Isso listado aí é somente aquilo de que me lembro agora;

P.S. 2. Vou me eximir, desta vez, de falar sobre os aspectos negativos percebidos. Nem precisa. Né?

Advogado público e escritor/poeta. Membro da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras. [ Ver todos os artigos ]

Comments

There are 3 comments for this article
  1. Lívio Oliveira 6 de Dezembro de 2010 18:40

    Lembro também: Cineclube Natal, Goiamum Audiovisual…

  2. Denise Araújo Correia 14 de Dezembro de 2010 15:01

    Lembro mais um ano de vanguarda da dança no Estado, contando novamente com várias premiações no Festival Internacional de Dança em Joinvile; além das oficinas e audições in loco realizadas pelo Balé Bolshoi, angariando muitos talentos potiguares para a escola que fica em Santa Catarina, algo inédito no país. Infelizmente o Estado desconhece que é uma verdadeira potência nesta área. Vários bailarinos oriundos têm alcançado premiações internacionais durante os estudos no Bolshoi.

  3. Lívio Oliveira
    Lívio Oliveira 14 de Dezembro de 2010 18:12

    Bom incluir, também, cara Denise. Reconheço que merece atenção esse aspecto de nossa cultura. Inclusive, todos os anos assisto a eventos de ballet, uma vez que minha filha faz parte de uma das companhias de Natal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP