Fevereiro 2019

A casa-grande da Fazenda Horizonte tem sido um lugar de refúgio para minhas leituras e escritas. Sempre que ali retorno, apesar de o calor maltratar impiedosamente a minha pele − a temperatura ultrapassa os 40 graus centígrados, derretendo os miolos dos seres acostumados com a brisa do litoral − releio com olhos de encantamento uma […]

Continuar Lendo

Lá vem o Arcanjo. Puxando por uma perna. Todas as vezes que minha garganta fechava era sinal de mudança no tempo. Não precisava nem assistir previsão. Era só uma questão de perceber o líquido escorrer do muco da laringe, a garganta doer, e sabia: chuva. Não dava outra. O Arcanjo olhava por baixo das sobrancelhas […]

Continuar Lendo

O contexto é ainda de perplexidade para nós artistas, com o fantasma da volta da censura. Após o período da ditadura militar, em que os criadores precisavam muitas vezes burlar o Serviço de Censura e Diversões Públicas (depois rebatizado como Divisão de Censura de Diversões Públicas – DCDP) para poder tornar públicas as suas obras, […]

Continuar Lendo

A cor da minha pele não nega, sou descendente de africanos, os mesmos que um dia foram capturados e obrigados a servirem de degrau para que muitos pobres de espírito subissem na vida. Não tenho a intenção, estimado leitor, de criar critérios sobre essa ou aquela raça, pois, como entendi através do tempo e com […]

Continuar Lendo
Vá para Topo