47 filmes para assistir nas férias

Parcialmente de férias, como tem sido a regra nos últimos anos, tirei uma tarde para pesquisar em sites especializados filmes lançados em 2017 que não pude assistir. Acrescentei uns de anos anteriores que também passei batido. Muito ganharam prêmios importantes em Festivais e outros são recomendados pelos críticos. Todos cabem na denominação de filmes “cabeça” ou de “arte”, uns mais outros menos, mas são obras que instigam a refletir.

Detalhe, os seis que assisti até agora baixei na Internet. Até o ano passado ainda comprava filmes em DVDs, mas a partir do ingresso em um site especializado, o Makingoff.org (aberto apenas para internautas cadastrados. Obrigado poeta Marina Rabelo, que tornou possível o meu cadastro), aprendi – finalmente – a fazer download dos filmes e estou abusando do expediente.

Na internet vocês conferem as sinopses e checam se eles se encaixam no gosto de vocês. Já assisti seis. Todos muito bons. Mas, o que gostei mais foi “A estrangeira” (foto de abertura).

Abaixo a seleção. 

Dheepan – O refúgio (visto)
Pardais (visto)
A estrangeira (visto)
Black Coal, – Carvão negro (visto)
Fala comigo (visto)
Marjorie Prime (visto)
The Square (em cartaz no Cinepólis, Natal Shopping. Vou assistir esta semana)
Custódia
O motorista de táxi
Human Flow (Não existe lar se não há para onde ir)
Scary Mother
Três anúncios para um crime
Pororoca
As boas maneiras
Happy end
Napalm
Roda gigante
Os Meyerowitz (Família não se escolhe)
Severina
Corpo e alma
Ninguém está olhando
O outro lado da esperança
Doentes de amor
Bom comportamento
Blade Runner 2049
Últimos dias em Havana
Me chame pelo seu nome
As duas Irenes
Lady Macbeth
Afterimage
Rodney King
Frantz
Paterson
A promessa
O cidadão ilustre
Clash
Além das palavras
American honey
Força maior
Silêncio
Eu não sou seu negro
O.J.: Made in América
Redemoinho
Manchester à beira mar
As montanhas se separam
Certo agora, errado antes
Na ventania

Comments

There are 2 comments for this article
  1. RITA VIEIRA - jornalista 9 de Janeiro de 2018 17:35

    Grandíssimo Jornalista Tácito, parabéns pela sua lista de filme. Estamos em Comunhão.
    Um regalo daqui do Rio pra vc – bem Seridoense – https://www.youtube.com/watch?v=JrqrmjbzhRI
    Vi na net que vc tem raízes em Santana do Matos. É isso mesmo??? Embora seja carioca, meus pai vieram daí…
    Parabéns pelo seu BRILHO como homem de comunicação

  2. Tácito Costa
    Tácito Costa 10 de Janeiro de 2018 10:18

    Obrigado Rita. Raízes em Caicó (família Costa, por parte de pai) e Santana (família Guimarães, por parte de mãe). Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP