5 livros fascinantes com temática LGBTQIA+

28 de junho é um marco de celebração e de luta, de reconhecimento das conquistas e de estímulo à resistência: é o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+!

Para fomentar com Literatura a batalha contra o preconceito, para fazer justiça a tantas singularidades e a tantas histórias que ainda são pouco lidas (com pouca visibilidade e representatividade no mercado editorial), selecionei 5 livros fascinantes com temáticas LGBTQIA+.

Como a própria sigla que nomeia a comunidade, temos aqui 5 obras plurais em temas, estilos, gêneros textuais e sujeitos. Alguma você vai gostar. Algumas são minhas preferidas da vida.

São sugestões para além do mês do Orgulho. São para ler durante todo o ano.

Amar é crime, de Marcelino Freire (Record, 2015)


Diversos contos cortantes, com uma escrita poética e também crua, de um “criador-vingador” sobre o amor, a dor e as realidades daqueles à margem da sociedade.

Orlando, de Virginia Woolf (várias editoras, 1928)

Um dia, o jovem Orlando acorda como mulher. Daí temos um romance histórico vertiginoso, tão fabuloso quanto bem-humorado, de uma vida trans e em trânsito. Já é um clássico.

Stella Manhattan, de Silviano Santiago (Companhia das Letras, 1985)

Eduardo e Stella, narrador e autocrítica, realidade e ficção: são os duplos que se multiplicam nesse romance. E ainda aborda as doloridas consequências da ditadura militar e da homofobia.

Amora, de Natalia Borges Polesso (Não Editora, 2015)

Vencedor do Prêmio Jabuti, contos e fragmentos poéticos sensíveis sobre mulheres que amam mulheres, seus cotidianos reais e suas descobertas e experiências.

Os sete maridos de Evelyn Hugo, de Taylor Jenkins Reid (Paralela, 2019)

Romance envolvente sobre a entrevista de uma atriz hollywoodiana aposentada para uma jornalista iniciante. Surpreendentes reflexões sobre o amor e os seus sacrifícios.



Sílvia Barbalho Brito nasceu em 1986, em Natal/RN, onde vive. É professora de Língua Portuguesa e Literaturas e doutoranda em Literatura Comparada pela UFRN, com diversas publicações científicas na área. Também atua como revisora e tradutora de textos. Nessa relação com a leitura e a escrita, se entendeu poeta. Escreve desde 2016, com poemas publicados em zines, revistas e antologias. E, através do #PonderaçõesLiterárias, conversa um tanto sobre livros e Literatura no seu Instagram: @silviabbrito [ Ver todos os artigos ]

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. BabuB3 29 de junho de 2021 19:05

    Excelentes sugestões!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo