A blindagem do cangaceiro

Por Celso Calheiros

O cangaço está nas telas de nossos maiores artistas, rendeu filmes premiados, personagem de livros clássicos e se mantém fonte de estudo e paixão. A riqueza do fenômeno parece sem fim. O historiador Frederico Pernambucano de Mello prova isso ao esquadrinhar um aspecto original do fenômeno. Em Estrelas de Couro – A estética do cangaço (Escrituras, 258 págs., R$ 150), apresenta uma abordagem do visual do cangaceiro, adornado e caracterizado com detalhes capazes de ombreá-lo a um cavaleiro medieval europeu ou a um guerreiro samurai.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + quatro =

ao topo