A comadre da peixada

Acredito que pouca gente tenha tomado conhecimento, mas quase perdemos um dos nossos patrimônios vivos – aproveitando a deixa do post abaixo. Francisca de Barros Morais, a Comadre do mais antigo restaurante em atividade de Natal, a Peixada da Comadre, passou por maus bocados há uma semana. Sentiu-se mau e foi levada às pressas ao hospital. Passou uma semana internada e está em repouso agora. Aos 82 anos, a Comadre Francisca ainda trabalhava da mesma forma como nos anos 40, quando abriu o restaurante nas Rocas. Diariamente ia ao Canto do Mangue selecionar o melhor peixe, que ao fogo, se torna o mais saboroso dessa província. Depois passava o dia na cozinha. Com o susto, os filhos convenceram a Comadre a deixar a labuta. Enfim, dona Francisca se aposentou.

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP