A cruz que passa

Por Aldemar Cunha

Ó Tácito, que comentário mais chulé esse do Gustavo de Castro. Sua poesia, no entanto, tão alta.Poucos poetas, em nossa cidade, atingiram um nível tão elevado.Mais reincidências em comentários como esse e passo a chamá-lo de O CHULÉ DE ADÔNIS.

ao topo