A cruzada de um sociólogo contra a mistificação de Jorge Luis Borges

O escritor argentino Jorge Luis Borges (1899-1986) em foto de 22 de agosto de 1981 em hotel na Cidade do México

Foto: Sabetta/France Presse

Trinta e quatro anos depois de ter causado celeuma com uma pesquisa que explicitou as relações de Carlos Drummond de Andrade e de sua geração intelectual com o poder, o sociólogo Sergio Miceli volta ao vespeiro político-letrado com “Vanguardas em Retrocesso” [Companhia das Letras, 232 págs., R$ 49,50]. A coletânea reúne 11 anos de leituras comparativas sobre artistas e escritores argentinos e brasileiros dos anos 1920, tendo o mestre-sala Jorge Luis Borges na comissão de frente.

aqui

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP