A “cultura “da Rosa

Por Fábio Herique Lima

Ontem no debate da intertv podemos conhecer a postura de Rosalba sobre a cultura potiguar,perguntada sobre a Lei Telma de Souza, que criou o fundo municipal de cultura da cidade de Mossoró e que ela própria passou oito anos na gestão do município e não fez a regulamentação, a senadora do DEM tergiversou e não respondeu a pergunta do candidato Iberê, não poderíamos esperar muito, pois a senadora em uma rara intervenção no plenário do senado afirmou ” O vale cultura é oportunismo para que o povo possa ir ao filme do Lula” para ela cultura são apenas os eventos , como o cidade junina em Mossoró, onde se gasta milhões com cachês nacionais de qualidade cultural duvidosa e se paga uma miséria ao artista local, ou melhor se gasta mais com banheiros químicos do que com os artistas locais, uma pergunta para a Rosa, quem da nossa terra o Mossoró cidade junina revelou durante todos estes anos? Quantos milhões foram gastos por lá? Não seria melhor investir este dinheiro em pontos de cultura, por exemplo?

Outro grave absurdo da Rosa foi a sua falta de conhecimento com relação ao funcionamento das casas de cultura, uma agressão a centenas de artistas que desenvolvem diariamente em suas cidades atividades de todas as expressões artísticas, só este ano a FJA realizou mais de 200 atividades nas casas de cultura, e alem disso, a maioria das casas se transformaram em pontos de cultura geridos por artistas e grupos de cada município.Ela sabe o que são os pontos de cultura? Acho que não, pois se soubesse não teria permitido que sua assessoria jurídica entrasse na justiça questionando o convenio que gere o programa no estado entre Minc e FJA. Lamento profundamente que uma mulher que tenha a pretensão de governar o nosso estado tenha uma visão e uma postura tão atrasada . Triste da nossa cultura se o povo escolher uma governadora desta, ainda há tempo pra mudar!

Comentários

Há 4 comentários para esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − 8 =

ao topo