A despedida de Sivuca

Caro Tácito,

Sivuca esteve entre nós pouco antes da sua despedida. Foi um show lindo desse artista genial. Sivuca, nascido aqui pertinho na Paraíba. Ele, um musico que amo. Esteve em Natal tocando com o quinteto Uirapuru. Uma musica da gente, dos nossos, da nossa vida. Fico mais só quando morre um compositor como Sivuca. Tenho vários discos seus e isso é um pouco meu consolo, como é consolo ter o som, a apalavra e cores deixada por alguns poetas que fazem a vida menos pesada. Feira de Mangaio é muito linda.

Lembro também de uma mulher que acompanhava Sivuca nesse ultimo show que assisti comovido: Glorinha Gadelha. Uma grande parceira. Uma companhia. Quantas músicas não são devidas a uma mulher, ou, à sua falta. Sivuca foi um músico que compôs algumas músicas que fazem parte da nossa trilha sonora existencial. A musica fica e a saudade aperta. Que fazer se não colocar o velho vinil na vitrola e ouvir “João e Maria” em parceria com Chico Buarque. Chora a Sanfona. Choro eu, Chora você.

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + um =

ao topo