“A felicidade é uma ideia fundamental”

Por Eduardo Febbro
PÁGINA 12

A figura esbelta, a firmeza juvenil da voz e o aperto de mão sólido – pouco comum na França – introduzem o personagem real de Alain Badiou. Esse filósofo original é o pensador francês mais conhecido fora das fronteiras do seu país. Sua obra, extensa e sem concessões, abrange uma crítica ferrenha ao que Alain Badiou chama de “materialismo democrático”, isto é, um sistema humano em que tudo tem valor mercantil. Badiou nunca renunciou a defender um conceito que muitos acreditam estar queimado pela história: o comunismo.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + 9 =

ao topo