A fotografia na era das imagens manipuladas

Por Luciano Trigo
Vik Muniz responde a críticas, explica sua relação com a cultura de massa e diz que o mercado de arte contemporânea é como um jogo.

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. João da Mata 25 de junho de 2010 22:46

    Minha impressão sobre esse artista genial já foi expressa aqui. Acho o trabalho do Vik maravilhoso.
    Se apropiar da arte universal e tranforma-la tambem é arte. Vi recentemente a exposião do Vik em Fortaleza e me apaixonei com sua força e criatividade no uso de lixos, algodões, clipes e outros objetos .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo