A imbecilização do Brasil

Por Mino Carta

Há muito tempo o Brasil não produz escritores como Guimarães Rosa ou Gilberto Freyre. Há muito tempo o Brasil não produz pintores como Candido Portinari.

aqui

Comentários

Há 5 comentários para esta postagem
  1. Jois Alberto 4 de fevereiro de 2013 12:51

    Perfeito o comentário de Marcos Silva! Mino Carta e a “Carta Capital” já tiveram momentos melhores…

  2. Lívio Oliveira 4 de fevereiro de 2013 9:06

    Os paradigmas culturais e políticos do RN também precisam ser revistos e renovados. Evidentemente.

  3. Lívio Oliveira 4 de fevereiro de 2013 8:30

    O Brasil já teve muitos intérpretes. Chegou a hora de ser reinterpretado.

  4. Lívio Oliveira 4 de fevereiro de 2013 8:14

    Alguém ainda tem dúvidas de que a reinauguração da Cultura (e da Política) neste país passa por Pernambuco?

  5. Marcos Silva 3 de fevereiro de 2013 18:28

    Seria chato evocar Casemiro de Abreu e a aurora da vida dele. Seria chato dizer que, no tempo de Portinari (bom pintor), Lasar Segall, Ismail Nery e Alberto Guignard eram tão bons quanto, quiçá melhores. Seria chato comparar Faoro com Carlos Alberto Vesentini – infelizmente, já falecido.
    O problema é que os bons que andam por aí ainda não foram canonizados.
    Mino Carta já teve momentos melhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo