A mulher da Vida

Arte: Di Cavalcanti (Mulher e Paisagem)

Sinto escorrer
o tempo
As lembranças
que não mais jantamos
Tenho ainda marcado as horas funerais
Minhas palavras
o meu ultimo sussuro.
Levastes.
Agora só é silencio.
O diário em branco
Não ouço mais a descarga.
Seu rosto vai perdendo os contornos
Leio sua ultima carta
Tudo passou
Tudo passa.

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo