A música rola na cidade

Quarteto se junta no baile Rock Samba Soul. O projeto estreou no Jazzy e, a partir do dia 10, fará uma maratona em Natal e litoral

TRIBUNA DO NORTE.

Quando o verão chega, a temperatura sobe (ainda mais!) na cidade, e as pessoas querem um agito descontraído e leve, o roteiro de lazer também entra em sintonia. E surgem as temporadas, iniciativas que dão uma opção adicional para quem está veraneando, com mais tempo e disposição para curtir a estação mais quente do ano. É temporada para dançar mais e cantar junto.

A banda Talma & Gadelha, baluarte do indie rock local, resolveu soltar a cintura para o verão. E assim nasceu o projeto Rock Samba Soul, parceria entre o grupo de Simona Talma e Luiz Gadelha com membros da Orquestra Boca Seca. Essa fusão vai percorrer diversos points do litoral potiguar, apresentando uma versão mais ‘ensolarada’ do som habitual da banda, experimentando novas sonoridades, e criando versões na hora. Uma banda rock de verão, com pitadas de reggae e funk.

O Rock Samba Soul estreou de forma não oficial em um ensaio aberto no bar Jazzy, na semana passada, mas a estréia pra valer será no próximo dia 10/01, no Curva do Vento de Pirangi, ao lado do DuSouto. A agenda seguirá com Favela Pub (17/01), junto com o Far From Alaska; Pipa (18/01); Macaco Pirata (24/01), em Tabatinga; em Natal (30/01), entre outras datas a serem confirmadas.

O repertório do show será focado nos dois discos de Talma & Gadelha, “Matando o amor” e “Maiô”, mas em versões bastante diferentes das originais. “A ideia é deixar o som mais pra cima, aceleramos as músicas, ou colocamos um ritmo mais reggae. Queremos um show divertido”, afirma Luiz Gadelha. Apesar do repertório ser 90% autoral, o grupo permitiu a entrada de algumas covers suingadas de Jorge Benjor, Tim Maia e…Raça Negra.

“A gente está fazendo a intercessão sonora entre as bandas e tirando daí o repertório que podemos trabalhar juntos. Tem sido uma experiência ótima”, diz Luiz. Ele também ressalta o fato de estar tocando violão, já que seu instrumento habitual é o baixo. “Para mim é algo novo. E por isso mesmo é estimulante. E vão rolar mais trocas de instrumentos, é como estar numa grande banda de pagode”, brinca. A temporada do Rock Samba Soul pretende se estender até fevereiro, antes do carnaval – que será em março. Passadas as férias e a folia, o rock voltará ao roteiro.

Sambas de Verão

O Buraco da Catita já iniciou suas novas temporadas de verão, em ritmo de frevo, samba, suor e ouriço. Durante todas as sextas-feiras de janeiro e fevereiro, o local vira uma pista de baile carnavalesco ao som de muito frevo. A casa estará promovendo festas de prévias carnavalescas, sempre ao som dos metais de Gilberto Cabral, com participação de Leão Neto. E durante janeiro, também está rolando o projeto ‘Verão Samba de Raiz na Catita’, sempre às quintas-feiras, dedicadas aos clássicos do tamborim.

O Favela Pub também caiu no samba. Também às quintas-feiras de janeiro, terá a ‘Baladinha de Verão’, ao som de bandas como a Mesa Doze. O grupo tem empatia com o público jovem, e promete pôr a boate em sintonia com as rodas de samba.

Serviço:

Rock Samba Soul. Temporadas na praia a partir de 10/01.

Prévias de Carnaval do Buraco da Catita. Todas as sextas, na Ribeira.

Verão Samba de Raiz na Catita. Todas as quintas-feiras.

Baladinha de Verão. Samba às quintas-feiras no Favela Pub, Petrópolis.

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP