A política meteu-se no cinema

Um ministro italiano tentou boicotar um documentário; um deputado criticou um filme como sendo “não francês”. Um traça o retrato de uma Itália amordaçada e enganada pelo populismo. O outro mexe num passado colonial mal resolvido.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo