A sabedoria continua (ou não!?)

Caros amigos:

O texto de Olgária Mattos “o crepúsculo dos sábios” possui grande beleza de pensamento. Endosso tudo que ela diz, com uma pequena ressalva: penso que Olgária registra criticamente as tendências dominantes na universidade e noutros espaços da cultura. Entendo que dissidências sobrevivem sem ocuparem programas de tv nem catálogos de grandes editoras, e se manifestam criticamente. A própria Olgária é uma prova dessa sobrevivência.

Tentei mandar esta mensagem tb para o blog de OESP e não consegui, informavam que eu não estou logado – não sei bem o que isso significa.

Abraços:

**********

Marcos, se não me equivoco, significa que para acessar você precisa ter uma senha, como aqui no SP .

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

Go to TOP