A vez da poesia‏

Por Maria Esther Maciel

Foi com indisfarçável surpresa que li, um dia desses, a notícia de que o livro Toda poesia, que reúne a obra poética do curitibano Paulo Leminski (1944-1989), tinha entrado para a lista dos mais vendidos no país, na categoria ficção, chegando a desbancar o best-seller Cinquenta tons de cinza na rede de livrarias Cultura. “Como assim?” “Um livro de poesia, e logo do Leminski?”, muita gente também deve ter se perguntado diante de tal novidade, que deixou perplexa até mesmo a editora que publicou a obra.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo