A vitória de Dilma e a falsa tese do “país dividido”

Por Idelber Avelar

Nem bem contada estava a maior parte dos 55.752.529 votos recebidos por Dilma Rousseff e um insidioso meme começava a circular pelos meios de comunicação brasileiros, especialmente pela Rede Globo de Televisão. Parece que não entendiam, ou se recusavam a entender, o momento histórico que vivíamos. Trata-se da cantilena do “país dividido”, reforçada por um enganoso mapa em que o Brasil aparecia separado entre estados azuis e vermelhos.

aqui

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. João da Mata 3 de novembro de 2010 11:33

    Meus Caros,

    Logo terminada as apurações do 2o turno, o nordeste e o norte ( pobres!)
    foram responsáveis ( na leitura de alguns míopes ) pela vitória da
    preisdenta Dilma.

    Nada mais preconceituoso. O mapa do Brasil dividido em duas partes e duas cores era mostrado em rede nacional como prova de uma eugenia ainda presente no século XXI.

    Ridículo porque em algumas capitais a diferença entre Serra e Dilma foi
    mínima.

    Vejam os números por regiões.

    Dilma teve mais de 55 milhões de votos. No Nordeste foram 18,4 milhões, no
    Sudeste 22 milhões, no Norte, 4 milhões e no Sul, 7 milhões. Dilma ganhou
    de Serra no Nordeste, Norte e Sudeste.

    Perdeu no Centro-Oeste por uma diferença de 150 mil votos. E no Sul por
    quase 1 milhão e 300 mil votos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo