ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ. Zé Urbano

Gramática? Sintaxe? Semântica? Não. Pode esquecer! Isso não existe no universo enigmático do escritor Zé Urbano. Não como nós conhecemos estruturalmente o nosso idioma. Não há possibilidade de se fazer comparações.

aqui

Comentários

Há 2 comentários para esta postagem
  1. Jarbas Martins 6 de janeiro de 2012 13:10

    gostei, João da Mata. com este poema você entra pra minha ANTOLOGIA DE POETAS BISSEXTOS POTIGARES. ao lado de Manoel Onofre Jr., Vicente Serejo, Francisco Sobreira e Luís da Câmara Cascudo. este último verso é puro Laforgue. um conselho de amigo (se você ainda me considera com tal): escreva menos poesia. leia mais Corbière, Jules Laforgue e Henri Heine. têm muita afinidade com você. Bandeira e Drummond foram muito influenciados por esses grandes poetas.

  2. João da Mata 6 de janeiro de 2012 11:19

    sete e quatro

    Com sete dias faço uma semana
    Com sete notas todas as canções.
    Com apenas quatro das letras do alfabeto
    Tout est dejá dit mon amour mon ami

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo