Abertura de Lolita, de Kubrick

A maioria das cenas escolhidas pelos críticos, atores e diretores “que sintetizam a história do cinema” (post mais abaixo) constaria de uma lista que fosse feita por mim. Tem algumas escolhas óbvias, como por exemplo, a das escadarias de Odessa, em “O Encouraçado Potemkin”. Para não repetir nenhuma das escolhas dos consultados eu fico com a abertura de “Lolita”, de Kubrick (Humbert fazendo as unhas de Dolores), que resume toda a obsessão do coroa pela menina.

ao topo