Acervo da Vera Cruz disponível na internet

O Globo

SÃO PAULO – O acervo da Companhia Cinematográfica Vera Cruz está disponível gratuitamente na internet. Por enquanto, o portal oferece aos internautas acesso a 13 longas de ficção e 5 documentários produzidos pelo estúdio de São Bernardo.

Entre os longas estão “Sai da frente” (1952), filme de estreia de Mazzaropi no cinema, além de “Nadando em dinheiro” (1952) e “O gato de madame” – foto (1956). De Walther Hugo Khouri, estão na rede “Noite vazia” (1964), com Norma Benguell e Odete Lara, o “O corpo ardente” (1966), e “As amorosas” (1967), com Paulo José e Stênio Garcia. “Sinhá Moça” (1953), de Tom Payne, “O sobrado” (1956), de Walter George Durst e “Grande sertão: veredas” (1965), de Geraldo e Renato dos Santos Pereira, com Tony Ramos, Bruna Lombardi e Tarcísio Meira, também estão incluídos neste primeiro pacote de filme da Vera Cruz na web.

Dentre os documentários, há três títulos de Lima Barreto: “Obras novas – A evolução de uma indústria”, sobre o processo de construção dos estúdios Vera Cruz, “Painel”, registrando a execução do painel “Tiradentes” de Candido Portinari e “Santuário”, enfocando as esculturas dos 12 profetas, feitas por Aleijadinho, em Congonhas do Campo, Minas Gerais.

Fundada em 1949 pelo industrial Francisco Matarazzo e pelo produtor italiano Franco Zampari, a Companhia Cinematográfica Vera Cruz foi um dos mais importantes estúdios cinematográficos da história do cinema brasileiro. Em pouco tempo produziu e co-produziu mais de 40 longas e documentários, marcando época na produção brasileira.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − quinze =

ao topo