Adágio Azul

Horácio Paiva

 

às vezes sou um príncipe quando

havendo percorrido farta distância

em mapas desenhados pelo sol

saio vagaroso de meu banho

e ainda da janela vejo o mar

enquanto circunvagam a alfazema

o cheiro e a nudez da fêmea amada

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × três =

ao topo