Agosto de quem?

NA REVISTA CATORZE

Pode-se dizer que a agonia começou no Cultura em Debate, no dia 8 de setembro de 2010. No evento produzido por essa revista e pelo Núcleo de Jovens Artistas a então candidata Rosalba Ciarlini falou em transformar Natal na capital do folclore. Na terra onde os alicerces de uma tão almejada identidade cultural sequer foram erguidos, uma afirmação como essa tem um gosto amargo de “política de eventos” no lugar da doce “política cultural”.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × quatro =

ao topo