Águas passadas

Lívio:

Sobre Lula e o PT, lembro de uma anedota biográfica que Buñuel narrou em entrevista televisiva. Já velho, recebeu telegrama imperativo de Dali, com quem rompera muitos anos antes devido à entrevista na qual o pintor classificara publicamente o cineasta como ateu, levando a sua demissão da Cinemateca do MOMA e a sua saída dos EEUU. Dali, doente, ordenava, no telegrama: entre em contato comigo imediatamente. Buñuel respondeu, em telegrama: águas passadas não movem moinhos.
Buñuel era mesmo ateu. Dali sabia que, tornada pública essa condição (equiparada a comunista), ele seria expulso dos EEUU.
Lula e o PT foram algo, nada mais são. Precisamos cuidar de novo ser. A paisagem visível é desértica, os moinhos pedem água nova.
Abraços:

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo