Ainda a cultura 2007 (comentários)

Exponho comentário da produtora cultural Cida Campello, sobre o fim do Domingo na Praça e esclareço, Cida: quando disse falta de organização pra o fim do projeto não foi da produção do evento. Realmente me expressei mal e a primeira impressão do leitor é essa. Mas, claro, como já escrevi a respeito, o Domingo na Praça, ao lado do Projeto Seis e Meia, são (ou era, no caso do primeiro) os dois projetos culturais de maior credibilidade e sustentabilidade dentro do cenário potiguar. Infelizmente, a dita Fundação José Augusto parece “ainda” estar arrumando a “casa” no tocante à redução e “organização” dos custos.

Aproveito para preencher mais algumas lacunas deixadas na minha humilde lista, lembradas a pouco: além do MADA, lembrado em comentário de Carlos Farias, cito ainda o Fest em Cena e, lá das bandas de Mossoró, a revista Papangu, o Oratório de Santa Luzia e o trabalho do grupo de teatro popular O Pessoal do Tarará. E se algum mossoroense puder me dar notícia do poeta popular Luís Campos, do qual sou fã, ficaria agradecido.

Eis o comentário de Cida Campello:

Se dependesse de organização, querido Sérgio, saberias que havia acontecido e com qualidade como sempre foi, o nosso projeto Domingo na Praça – RN. Desorganização podes chamar a FUNDação Jose augusto e suas peripécias em deixar de lado e não dar o devido valor a um projeto selecionado a nível nacional. Não foi uma seleção local, Sérgio, foi nacional… infelizmente não tivemos lei de incentivo, (onde o projeto estava adormecido esperando julgamento por parte dos conselheiros), além do mais nem lei existiu, nada… e quando liberaram os 4 milhões, vc ja sabe o que ocorreu. Aceito todas as criticas, mas em nível de organização e comprometimento com tudo que faço aqui na terra de ninguém, essa não aceito não, pq se faço produção cultural é pq sei fazer, me especializei, busquei conhecimento… não carrego só um nome titulo. É sempre bom nos informarmos antes pq as coisas não acontecem por aqui. abraços

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP