Alceu e Monobloco confirmados no Carnaval de Natal 2016, de novo!

Os mais críticos podem reclamar da repetição dos nomes. Passa ano e Alceu, Geraldo Azevedo, Elba e Fagner dão as caras por aqui. Nos últimos dois anos, Zeca Baleiro fez dois shows no mesmo Natal em Natal e no mesmo palco da Zona Sul. Fagner, no mesmo palco da Zona Norte. Monobloco esteve esteve no Natal em Natal e no carnaval. Volta agora para a próxima edição do Carnaval. Elba, esteve no Natal em Natal ano passado e volta para o próximo carnaval. Alceu esteve ano passado no carnaval e volta próximo ano.

Não critico a crítica. Tem fundamento. Eu mesmo critiquei essas repetições recentemente e desde 2008, quando tinha uma coluna de cultura no Diário de Natal. Acho até que foi minha primeira crítica à gestão de Dácio. Mas há outros lados a ser analisados. Estamos na primeira quinzena de abril e duas das mais procuradas atrações do carnaval brasileiro estão confirmadas para shows em Natal. Não é pouco. Planejamento e um atrativo a mais para patrocinadores bancarem uma festa que já se vislumbra outro sucesso.

Outro ponto: no tocante ao carnaval, o leque de figuras emblemáticas e com repertório adequado ao festejo não é tão vasto. Então, a repetição é até salutar, quando os nomes são desse gabarito. E mal comparando – posto que é tradição – Alceu é atração em Olinda todo ano, com o show da sacada de sua casa. É diferente do Natal em Natal, que poderia ter outra pedida, outros nomes. E aí sim, as opções são inúmeras. Inclusive de artistas locais, que também se repetiram. O monstro Sergio Groove tocou nos últimos dois anos. Bethoven, também, salvo engano.

O prefeito Carlos Eduardo destaca a importância de investir no Carnaval. “Além de ser a maior festa popular do país, o Carnaval é um evento que vinha sendo pedido pelos natalenses e até pelos turistas que nos visitam e que querem uma programação que complemente seus passeios por nossas praias e belezas naturais”, explica. O investimento no Carnaval, continua o prefeito, também se traduz em dividendos para a cidade, por movimentar a chamada economia criativa e gerar divisas para o Município.

Esses números foram revelados em levantamento produzido pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (IPDC), entidade ligada a Federação de Comércio, Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Norte (Fecomercio-RN), junto a turistas que brincaram o Carnaval passado em Natal. De acordo com a pesquisa, mais de R$ 54 milhões circularam na cidade durante o evento. A rede hoteleira da cidade ficou 100% ocupada durante o reinado de Momo. é bom lembrar também o efeito Copa do Mundo.

A pesquisa IPDC/Fecomercio entrevistou 600 pessoas e mostrou também que os foliões aprovaram o Carnaval da capital potiguar, dando uma nota de 8,1 para a festa. Outro dado expressivo detectado no estudo foi que 87,% dos entrevistados recomendariam o Carnaval Multicultural de Natal a seus amigos e familiares. Vale a comparação desses números com o do próximo carnaval. É isso. Vamos esperar os próximos nomes. E juro: eu até concordaria com o terceiro show da Spok Orquestra de Frevo! rs

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo