Alexandre Atmarama é o nome


A música potiguar tem escapado da maldição de Cascudo. Mas muito se fala de Khrystal, Valéria Oliveira e mais recentemente, das bandas Rosa de Pedra e Tricor. É bom lembrar que um violonista potiguar tem sido chamado reiteradas vezes de gênio em revistas especializadas e nesta quarta-feira participa da 4ª edição do Festival BNB de Música Instrumental, em Souza (PB) e amanhã em Juazeiro do Norte (CE). É Alexandre Atmarama e sua técnica Imalt, desenvolvida por ele na qual os movimentos dos dedos indicador, médio e anular da mão direita pulsam de baixo para cima e também de cima para baixo, como se os dedos fossem palhetas, funcionando independentes. O nome da técnica se estendeu ao título do seu elogiado CD solo, que é fruto do projeto Difusão Violão Nordestino, patrocinado pelo Programa BNB de Cultura e lançado do segundo semestre de 2008 pela ação cultural Mudernage.

MySpace
http://www.myspace.com/alexandreatmarama

Em vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=33DzI_GEHa8

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP