Alguns nós da esquerda européia (e nossos)

Por Flávio Aguiar

As esquerdas europeias, em suas diferentes vertentes, não têm conseguido oferecer alternativas viáveis e robustas à crise dentro de um ponto de vista da organização de amplas frentes que tenham, inclusive, indispensável expressão eleitoral.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo