ALICE

Por Carlos Gurgel

preciso
de papel e caneta
para anotar
o que acertei com Alice

amanhã
colocarei aquela camisa
cheia de bolsos falsos
e aquela sunga colorida
e de elástico resistente

tenho também
que passar antes
na banca de revista
e separar livros de Bukowski
para ler no fim de semana

isso
se nada acontecer
com meu cão Rooster
um amigo que conquistei
assistindo filmes pastelões italianos

ia me esquecendo
que papai me pediu para ajudar
na revisão do seu último livro
sobre dona Militana

tenha calma Alice
um dia
de cima do morro
avistaremos a cidade
como uma avenida
recheada de chocolates, rosas e escorregos.

Comentários

Há 2 comentários para esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − 9 =

ao topo