Almas Nuas

“Foi assim com o poeta Zedelfino, durante um tempo relativamente longo. Até que ele decidiu que era chegada a hora de dar à poesia norte-rio-grandense deste fim de ano e de década seu Almas nuas, que tem prefácio do cronista Vicente Serejo.”

De Nelson Patriota, em sua coluna.

ao topo