‘Alzheimer cultural’

Festival exibe filme proibido de mostrar figura de Guimarães Rosa.

aqui

Comments

There are 2 comments for this article
  1. Aldo Lopes de Araújo 19 de Novembro de 2013 0:44

    O pessoal que montou e fez uma turnê pelo mundo da peça Vau da Sarapalha, baseada em dois contos do autor de Sagarana, penou nas mãos dos herdeiros do escritor Guimarães Rosa. Eles chegavam a incomodar até nas bilheterias dos teatros, querendo dinheiro.
    O diretor da peça, o paraibano Luiz Carlos Vasconcelos (que faz o médico do filme Carandiru e se tornou galã global) pode contar muito bem o que se passou nos primeiros meses após o estrondoso sucesso da peça. Quem me disse isso foi Nanego Lira (participou do filme Central do Brasil) que vive na peça o Primo Ribeiro, um dos personagens que contrai malária e passa todo o tempo delirando.
    Magnífico esse trabalho de Sílvio Tendler, papa do cinema documentário. É preciso que se faça alguma coisa. Vamos ter de acostumar novamente nossos olhos a ver tarjas, sombras, lacunas e fantasmas. Essa história de censura às biografias está indo longe demais. É como se diz lá em nós. Quem for podre que se quebre. Ou não.

  2. Jarbas Martins 19 de Novembro de 2013 10:51

    P e r f e i t o, Aldo Lopes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP