AMANHÃ ONTEM

daqui a não sei quantos anos
nossa distância plena
o mundo ou não
haverá versos para leitura solitária
em grupo caso o ato

o que fizermos
não ou
história diferenças visíveis outro
despetalar sem retorno
vontades em confronto
opções na vida menos resto
direito ao acerto
ou

não
continuidade amanhã ontem

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Há 3 comentários para esta postagem
  1. Marcos Silva 14 de julho de 2011 19:04

    Jarbas:

    O tempo passa.

    Nina:

    Seu poema é muito bonito. Para mim, é uma honra vc dizer que eu dialogo com um texto tão bom.

    Abraços para todos.

  2. nina rizzi 14 de julho de 2011 17:55

    Olha, Marcos, dialogamos:

    POEMA
    Nina Rizzi, Germina Literatura

    lá pelos idos de 2.207
    não restará ninguém vivo
    que me tenha conhecido
    minha memória e lembrança,
    meus gostos e desgostos,
    tudo pó junto ao cemitério
    onde estarão os ossos meus
    e dos meus
    centenas de vidas perdidas
    esquecidas e enterradas
    pelo tempo — implacável

    e mesmo que eu fizesse
    a mais perfeita pesquisa histórico-social
    que escrevesse os mais redondos e belos versos,
    nem isso sobreviveria,
    e seria como se eu nunca tivesse existido.
    ninguém quererá procurar meu nome
    num cartório de campinas pra ver
    o carimbo: apresentou atestado de pobreza.

    talvez nem a poesia e a história — meus ofícios
    resista à falta d’água.
    a grande preocupação dessa época
    será os estragos e não os feitos
    da minha geração.
    *

    Um beijo.

  3. Jarbas Martins 14 de julho de 2011 14:03

    belo passatempo, amigo Marcos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo