Amor profano

profano

Te amo com um egoísta amor,
Com muita paixão.
Ardente, profundo, profano
Que emana do sempre,
Do sempre sonhado,
Desejado, guardado,
Ferido e magoado,
Por não poder gritar
Que amo.

Te amo com gestos,
Ternura, num beijo eterno,
Nunca provado,
Meu amor, sem medida amado.
Quero o teu corpo ao meu colado,
Quero o teu beijo molhado,
No teu prazer emaranhado.
Loucos, gozados, suados,
Momento tão sonhado,
Para mim, para ti…
Meu amor, o meu amor é tão lindo.
Eternamente juro: te amo.
Meu amor, quero viver só pra te amar,
Mesmo que distante,
Mesmo com saudades.
Quero ser tua mulher
Ou tua amante.
Te amo, juro.
Me amas?
(?)…
Juras? … rsrs …

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP