Anatomia da dor

 São duas horas da manhã.  Dores agudas espetam a minha barriga. Tateio no escuro… a luz bruxuleante do telefone toma conta do quarto. “O que são dores agudas na barriga?” “O que tem do lado direito do baixo ventre?”  Não tenho paciência de ouvir a voz sintética da existente do aplicativo. Procuro na farmácia algo para dor. Nada! Consulto mais uma vez a mulherzinha que sabe tudo. “Imagem total do sistema digestivo”. Aparece Sistema Digestório  –  Mudanças de algumas letras mais os órgãos são os mesmo. Sou tomado por um desespero.  Sinto que a qualquer momento boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso, reto e anus vão pelos ares.

Nessa confusão em que me encontro, caio as gargalhadas porque lembro da morte de Santiago Nasar – protagonista de Crônicas de uma morte anunciada, de Gabriel Garcia Márquez Márquez. Na hora em que foi esfaqueado. O fedor das fezes putrefaram o ambiente. Meu Deus, e agora. Estou com uma doença ruim. A luz do smartphone se dissipava um pouco mais com o amanhecer. Procuro um gastro que possa me atender. No dia seguinte, estou no consultório. Na TV  passa o encerramento da Copa do Mundo de 1990.

Estremeço. Me acalmo. Estupendo.  Aos poucos meus pensamentos estão literalmente dentro da garganta daqueles homens. Será que sofrem de doenças gástricas. Não. Mais fácil no aparelho respiratório. Pronto lá estou eu de novo nos cogitos das doenças.  Lembro aterrorizada de que Luciano Pavaroti morreu de câncer. Consulto mais uma vez “a senhorita sabe tudo.”  – O tenor italiano Luciano Pavarotti morreu aos 71 anos na madrugada desta quinta-feira (06/09) em sua casa em Modena. Segundo seu empresário, Terri Robson, a causa da morte foi câncer no pâncreas, doença contra a qual Pavarotti lutou por mais de um ano…

A atendente me chama. Paralisei . A médica Auzelívia Falcão está a meio caminho do corredor. Sorrir por cima da máscara. Estou em boas mãos. Vamos a um percurso de conversas entre hábitos alimentares a estilo de vida. Tomo consciência de que sou aquilo que como: 100%  a base de leite e trigo. Mudanças alimentares, medicamentos e suspiros de uma calma aparente. Saio cantarolando desafinada – Ária Nessum Dora de Giacomo Puccini – e Pavaroti que não me ouça porque para ele erro em notas são imperdoáveis.

Parta, oh noite!

Esvaneçam, estrelas!

Esvaneçam, estrelas!

Ao amanhecer eu vencerei!

Vencerei, Vencerei!

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo