Aphotic Spectre (RN) lança single e finaliza EP

O embrião do Aphotic Spectre surgiu no final de 2019, quando foram gravados os primeiros riffs e leads da faixa “Ascended”. A ideia inicial era Breno Xavier explorar diferentes estilos de composição, mais pesados, lentos e dramáticos, diferentes do que estava acostumado a criar em bandas como Deuszebul e Ìsinkú.

A faixa foi finalizada por Breno durante a pandemia, na primeira metade de 2020. Em meados de maio, ele convidou Thiago Satyr (Burial Temple, Witching Altar, Absent, Tomb of Love) para dar vida à entidade através de letras e vocais.

APERTA O PLAY de “Obnoxious”, primeiro single do Aphotic Spectre

Após testes de gravação de vozes, percebendo o potencial da composição, a dupla decidiu ampliar a colaboração e produzir um EP com quatro faixas. Durante o segundo semestre, surgiram mais três novas faixas, produzidas de forma completamente caseira e independente.

Em dezembro, foram feitas a mixagem e masterização do disco, que tem previsão de lançamento para janeiro de 2021.

Influências

Capa do single “Obnoxious” é de Jean Augusto, e a logo, de Felipe NHSH

Aphotic Spectre busca representar os horrores colossais do subconsciente, o desconhecido a nos observar, a criação e a destruição como lados de uma mesma moeda, a insignificância da existência diante do acaso cósmico e da impiedosa marcha do tempo.

Cultos escatológicos, visões esquizofrênicas de profecias espirituais, veneração a entidades ciclópicas e horror cósmico assombram o universo lírico da banda.

As influências mais diretas são H.P. Lovecraft, Zdzisław Beksiński, Moacir Soares de Faria, Clive Barker, Miura Kentaro, H.R. Giger, Mariusz Lewandowski, Miyazaki Hidetaka e John Kenn Mortensen.

Musicalmente, Aphotic Spectre produz um tipo mais dramático de Funeral Doom Metal (subgênero de andamentos lentos, riffs fúnebres, climas e atmosferas sombrias), incluindo passagens e construções que remetem ao Atmospheric Black Metal, com ênfase nas melodias, ambientação e vocais limpos.

Aphotic Spectre

Breno Xavier – Guitarras, baixo, teclas e programação

Thiago Satyr – Vocais

Veja o solo de Dennys Parente, guitarrista convidado na faixa “Obnoxious”:

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo