Ápice

túnel

… É mistério…

Se para morrer, nascemos,
Para que viver?

… É mistério…

É menos que sonho,
Mera caminhada vã.

Inútil é querer, sofrer, desejar, amar
Se para morrer, estamos?
Então – para que
– nascer, querer, sonhar, sofrer?
Se para morrer, nascemos.

É mistério?

Para que nascer, se para morrer vivemos?
Morrer é a glória sem glória,
É o ápice da espera; o final.

Comentários

Há 3 comentários para esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo