Aprender…ensinar

Tem gente que já nasceu professor. Não consegue conversar. Sempre lecionando.Até nos botecos. Não consegue segurar a coceira de ouvir uma declaração que julgue ignorante. Tenho admiração por essas pessoas, mas não tenho paciência. Fujo delas. Porque há coisas que não quero aprender. Mas elas não permitem. Insistem, carregando nos ombros um quadro-negro (verde). O mundo para esse tipo de gente é uma sala de aula. Quero o direito de ser ignorante seletivamente. Só aprender o que eu quiser. Eles não ouvem quando fazem a chamada e eu respondo: AUSENTE!

Ex-Presidente da Fundação José Augusto. Jornalista. Escritor. Escreveu, entre outros, A Pátria não é Ninguém, As alças de Agave, Remanso da Piracema e Esmeralda – crime no santuário do Lima. [ Ver todos os artigos ]

ao topo