As faces do Facebook

Por Afonso Caramano

Parece fácil amar no Facebook – assim como é fácil odiar e invejar, tênues fronteiras de um território movediço, o dos sentimentos humanos. Talvez por essa razão não faltem exemplos de equívocos…

aqui

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP