Ataulfo pra molecada também

João da Mata:

Não seja cruel com a juvenilíssima guarda, ela também merece conhecer obras de Ataulfo como o quase-soneto:

Vida de minha vida.

Minha musa inspiradora
Minhas noites de luar
Agradeço ao Criador
Que me fez tão sonhador
Pra melhor te exaltar

Rima rica dos meus versos
Minha canção preferida
Melodia do meu samba
Vida da minha própria vida

Estrelas que brilham mais
Que uma constelação
Nestas noites de verão

Ilumina os dias meus
Minha querida
Vida da minha própria vida

Abraços:

Go to TOP