Edmar Cláudio
CrônicaMais

O Apagão

Acordei da soneca da tarde aperreado com um calor sufocante em meu quarto. O suor escorria em bicas pelas têmporas ...
MaisPoesia

O Carnaval de Baco

Ilustração: “O triunfo de baco” (Cornelis De Vos – óleo sobre a tela – Museo del Prado (Madrid, Spain)   ...
Mais

Tragédia cotidiana

O homem adentrou o consultório com o olhar soturno e triste. A auxiliar de enfermagem que o acompanhava lembrou ao ...
MaisPoesia

Uma boca e um olhar

Uma boca fala para um olho ver Que tudo se cala ao anoitecer Uma boca diz a esse olhar feliz: ...
CrônicaMaisSociedade

Pérolas aos porcos!

Há pessoas abjetas que têm a insensatez de dizer que temos o lixo doméstico mais nutritivo do mundo e que ...
CrônicaMais

Aos que se foram

Povoam os arquivos da nossa memória, as lembranças das pessoas que conosco conviveram em certas fases da vida e que ...
MaisPoesiaPoetas e Poesias

Quatro poemas

A chuva Cai a chuva Incessante Nas biqueiras do quintal Cai a chuva Irritante Pelas ruas de Natal. Cai a ...
CrônicaMais

As acácias amarelas

Lá se vai mais um ano que passou por mim voando. É outubro e as acácias se cobrem todas de ...
CrônicaMais

As lagartas

Naquele tempo havia as lagartas que chegavam com as chuvas. Dizia-se delas: -as lagartas dos coqueiros!, posto que neles viviam ...
MaisPoesiaPoetas e Poesias

4 Poemas de Edmar Cláudio

Basta! poesia. Basta! poesia… Não me atormente Deixa-me um dia Não seja inclemente. Chega de tanto Sofrer por amor Quebrou-se ...