Autocrítica é preciso!

O Ministério Público é uma instituição indispensável, alçada pela Carta Magna à condição de independência na relação com os Poderes da República. Nenhum delito ou delinquente poderá desmerecer ou diminuir sua importância. Só os seus membros poderão diminuí-lo. E alguns o têm feito. Pela sede de notoriedade, infantilidade funcional e cumplicidade midiática, muitas vezes jogando na lama o princípio constitucional de defesa da dignidade da pessoa humana. Agora, após o gosto do próprio veneno, vendo-se na mídia sob suspeitas, alguns dos seus membros tentam usar o nome da instituição como escudo dos seus deslizes. É preciso valorizar o Ministério Público. Fiscal da Lei e batedor da Democracia não pode ficar a reboque de vaidades pessoais ou conluios midiáticos. Ao recolher-se sob suspeitas, resta a autocrítica e revisão de comportamento. Com serenidade, prudência e madureza.

Comments

There is 1 comment for this article
  1. Anchieta Rolim 16 de Maio de 2014 15:25

    Escreveu e disse. Valeu, François!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP