Avisos paroquiais

Para o bom humor desta terça comum. Recebi por imeio e compartilho com vocês alguns avisos paroquiais “pescados” nas fachadas das igrejas aqui e alhures, com pequenos comentários inoportunos deste blogueiro. Geralmente são recados escritos de muita boa vontade, mas de péssima redação.

“Para todos os que tenham filhos e não sabem, temos na paróquia uma área especial para crianças”. (É bom fazer o teste de DNA antes de conhecer a área!)

“Quinta-feira que vem, às cinco da tarde, haverá uma reunião do grupo de mães. Todas as senhoras que desejem formar parte das mães, devem dirigir-se ao escritório do pároco”. (ouvi falar de padres pedófilos, mas tarados ainda não!)

“Na sexta-feira às sete, os meninos do Oratório farão uma representação da obra Hamlet, de Shakespeare, no salão da igreja. Toda a comunidade está convidada para tomar parte nesta tragédia”. (coitados dos jovens atores!)

“Prezadas senhoras, não esqueçam a próxima venda para beneficência. É uma boa ocasião para se livrar das coisas inúteis que há na sua casa. Tragam os seus maridos!”. (Depois nós é que somos machistas!)

“Assunto da catequese de hoje: Jesus caminha sobre as águas.Assunto da catequese de amanhã: Em busca de Jesus”. (Afogou-se?)

“O coro dos maiores de sessenta anos vai ser suspenso durante o verão, com o agradecimento de toda a paróquia”. (A melhor idade é a pior tonalidade)

“O mês de Novembro finalizará com uma missa cantada por todos os defuntos da paróquia”. (Deve ter sido fixada em um centro espírita)

“O torneio de basquete das paróquias vai continuar com o jogo da próxima quarta-feira.Venham nos aplaudir, vamos tentar derrotar o Cristo Rei!”´. (Xô, Satanás!)

“O preço do curso sobre Oração e Jejum não inclui a comida”. (Vai ser pão duro assim na…)“Por favor, coloquem suas esmolas no envelope, junto com os defuntos quedesejem que sejam lembrados”. (Só se forem cremados, imagino)

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP