Balanço sucinto do Festival

O Festival de Pipa teve pontos positivos e negativos. Como qualquer evento, seja em que área for. Conversei com amigos e conhecidos e a partir do que vi e ouvi, arrisco um balanço sucinto. Destacarei o principal ponto que não me agradou e o que mais gostei. Acho que essa história de trazer celebridades para atrair público precisa ser revista nos festivais de literatura. Chega de concessões que só trazem danos. Participações, como as de Danusa Leão e Lobão, deixaram isso claro mais uma vez. Deseducam, alienam e não contribuem em nada para a literatura. Além de todas as besteiras que os dois falaram, ouvir Danusa dizer que não ler nada é de lascar. O ENE está sendo preparado. Todos aguardamos que os organizadores tenham o bom senso de evitar a fraude que são essas celebridades ocas e insensatas em eventos literários. Gostei da participação dos estudantes e professores da região nas palestras e oficinas. Esse é o caminho para formar novos leitores e revelar possíveis talentos literários.

Go to TOP