Bastardos Inglórios

“E, dessa maneira, se pode até mesmo constatar a evolução de um cineasta, como é o caso de Tarantino. Filmar bem, ele sempre soube. Da cultura cinematográfica de locadora, onívora, ele tirou um estilo próprio, que se alimenta de reciclagem e de citações. Mas, dessa vocação gulosa em relação à obra alheia, Tarantino apurou um gosto de gourmet.” LUIZ ZANIN

aqui

ao topo