Bauman e a tagarelice pós-moderna

Por Daniel Menezes

Sempre desconfiei da argumentação que colocava o sociólogo polônes Zygmunt Bauman, quer seja elogiando ou criticando, na lata das teorias pós-modernas. Apesar do método ensaístico, as vezes questionado, suas obras apresentam um autor moderno preocupado em analisar os fatos socais a partir das narrativas que têm origem no iluminismo.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo