Benjamim Taubkin relê o Brasil ao piano

Por Rosane Pavam

Quando Benjamim Taubkin decidiu levar o piano a sério, talvez fosse tarde. Ele tinha 18 anos e não arranjava professor. Mas seguiu em frente sozinho, inspirado naquilo que disse Radamés Gnatalli na tevê. Música dá trabalho, mas também dá para brincar com ela.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 19 =

ao topo