Beth Carvalho: “A CIA quer acabar com o samba”

Cantora lança CD e, em entrevista ao iG, acusa a Agência Central de Inteligência dos EUA.

aqui

Comentários

Há 2 comentários para esta postagem
  1. Marcos Silva 26 de novembro de 2011 4:42

    Querem acabar comigo
    Nem eu mesmo sei porque
    Enquanto eu tiver você aqui
    Ninguém poderá me destruir

    Querem acabar comigo
    Isso eu não vou deixar
    Me abrace assim, me olhe assim
    Não vá ficar, longe de mim

    Pois enquanto eu tiver você comigo
    Sou mais forte para mim não há perigo
    Você está aqui, e eu estou também
    E com você eu não temo ninguém
    Você sabe bem de onde eu venho
    E no coração o que eu tenho
    Tenho muito amor que é só o que interessa
    Fique sempre aqui pois a verdade é essa

    Querem acabar comigo

    (Roberto Carlos)

    Querem acabar comigo
    Nem eu mesmo sei porque
    Enquanto eu tiver você aqui
    Ninguém poderá me destruir

    Querem acabar comigo
    Isso eu não vou deixar
    Me abrace assim, me olhe assim
    Não vá ficar longe de mim

    Enquanto eu tiver você aqui
    Ninguém poderá me destruir

  2. Jóis Alberto 25 de novembro de 2011 22:43

    A CIA querer acabar com o samba é tarefa tão impossível quanto a mesma CIA querer acabar com o tango na Argentina. Sou de esquerda, critico os golpes militares, derrubada de governos, torturas e outras safadezas das quais a CIA é acusada de promover ou praticar ao longo das últimas décadas, mas acho que a grande sambista Beth Carvalho poderia usar uma argumentação mais contemporânea para defender o samba e outras manifestações da cultura brasileira. Além dela, que está à esquerda, ou pelo menos é de uma esquerda nacionalista, acho que somente a direita e a extrema-direita entreguista, como estas simbolizadas na “Veja”, acreditam nessa possibilidade de a CIA querer acabar com o samba. O samba é um dos maiores símbolos do Brasil. O samba é imortal! Não tem CIA nem cultura norte-americana nenhuma que consigam destruir a beleza e a poesia do samba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo